domingo, 30 de outubro de 2011

O sereno tardor q  nós rodeia  tão cautelosamente, emerge  uma impulsão de existencia tardia  que não podemos vÊr , mas sentimo-as em total  sentimento profundo  o ardor q causa a sua  incoerente dor que vaga silenciosamente.....